Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Controle Interno > Auditoria

banner da auditoria, uma das áreas de atuação da ciset

A Secretaria de Controle Interno da Secretaria-Geral da Presidência da República (CISET/SG/PR), órgão setorial do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, exerce a atividade de auditoria interna governamental no âmbito dos órgãos integrantes da Presidência da República, e suas entidades vinculadas, e da Vice-Presidência da República, em conformidade com a Lei n° 10.180, de 6 de fevereiro de 2001, e com o Decreto n° 3.591, de 6 de setembro de 2000.

Por meio das competências e estruturas consignadas no Decreto n° 9.038, de 26 de abril de 2017, a Ciset avalia, a partir de análises de conformidade e de desempenho, a adequação dos mecanismos e das estruturas de governança, utilizados para direcionar e monitorar a gestão dos administradores públicos na execução dos programas de governo e respectivos orçamentos.

As atividades auditoria no âmbito da Ciset são exercidas por três unidades, a saber: Coordenação-Geral de Auditoria Contínua, Coordenação-Geral de Auditoria Operacional e Coordenação-Geral de Auditoria de Gestão.

À Coordenação-Geral de Auditoria Contínua compete avaliar os atos de gestão, monitorando os gastos públicos por meio de técnicas e ferramentas de análise aplicadas às bases de dados governamentais, com vistas a analisar a regularidade de editais de licitação, termos de referência, extratos de atos de dispensa e inexigibilidade, assim como de contratos, convênios, acordos, ajustes e respectivos termos aditivos, entre outros. Ademais, tem como foco a construção de informações de interesse do controle interno e o desenvolvimento/aprimoramento das estratégias de controle preventivo da despesa.

A Coordenação-Geral de Auditoria Operacional, de forma complementar, analisa a economicidade, a eficiência, a eficácia e a efetividade de unidades, programas e macroprocessos previamente hierarquizados e priorizados, mediante a execução de ações de controle sistemáticas. Fornece, portanto, análises tempestivas que contribuem para o alcance dos objetivos estratégicos da gestão.

Por último, a Coordenação-Geral de Auditoria de Gestão, a partir do resultado dos trabalhos realizados pelas demais coordenações-gerais, avalia a capacidade de resposta das estruturas e dos processos de gestão de integridade, de riscos e de controles internos, e formula, quando necessário, recomendações estruturantes para fomentar a boa gestão dos recursos públicos, provendo a sociedade, a alta administração e os gestores de opinião consolidada sobre a gestão dos órgãos integrantes da Presidência República, e suas entidades vinculadas, e da Vice-Presidência da República.