Ações do documento

Programa Terra Forte

Lançamento

Lançamento

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O lançamento do Programa Terra Forte, que vai investir R$ 600 milhões em projetos de agroindústria para assentamentos da reforma agrária, aconteceu no assentamento Dorcelina Folador, Paraná, e contou com a participação da presidenta Dilma Rousseff na tarde do dia 4 de fevereiro de 2013, em Arapongas (PR).

A solenidade reuniu milhares de trabalhadores rurais, assentados da reforma agrária e integrantes de movimentos sociais do campo e contou com as presenças do governador do Paraná, Beto Richa, dos ministros Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República); Mendes Ribeiro (Agricultura) e José Elito Siqueira (Gabinete Segurança Institucional), além das presenças dos presidentes do Incra, Carlos Guedes; do BNDES, Luciano Coutinho; da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos e da Fundação Banco do Brasil, Jorge Streit, do coordenador nacional do MST, Roberto Baggio, senadores, deputados e prefeitos do Paraná.

O Programa conta com recursos de R$ 300 milhões, sendo R$ 150 milhões do fundo social do BNDES, R$ 20 milhões da Fundação Banco do Brasil e R$ 130 milhões dos demais parceiros – Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério do Desenvolvimento Social, Incra e Conab. Além disso, o Banco do Brasil disponibilizará R$ 300 milhões em crédito para as cooperativas investirem em agroindústrias, totalizando R$ 600 milhões em recursos.

A presidenta participou da inauguração da Agroindústria de Leite da Cooperativa de Comercialização e Reforma Agrária União Camponesa (Copran), instalada no assentamento Dorcelina Folador. A Cooperativa - dirigida por mulheres do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) – recebeu investimentos de R$ 8 milhões de reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 3,1 milhões do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para produzir queijos, leite, iogurte, requeijão, manteiga e doce de leite. 

O projeto da Copran foi apresentado e enquadrado no setor de Fundo Social do BNDES em novembro de 2009 e aprovado em outubro de 2010. O empreendimento, que beneficiará mais de duas mil famílias de assentados do Incra, terá capacidade de estocar 50 mil litros de leite e produzirá 30 mil litros por turno, com perspectiva de chegar a 90 mil litros/dia em três turnos de trabalho. 

Entre 2011 e 2012, a Copran forneceu ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), frutas, hortaliças, açúcar mascavo, feijão, milho, macarrão, mandioca e rapadura no montante de R$ 970.820,00 e queijo no valor de R$ 1.498.495,00. Os produtos foram destinados a entidades no combate à insegurança alimentar e para formação de estoques e venda no mercado. A Copran comercializa a produção de 24 assentamentos e beneficia diretamente 2.3 mil famílias.

 

Saiba mais: